Obter propriedades do serviço de nuvem

A operação Get Cloud Service Properties recupera propriedades para o serviço de nuvem especificado. Essas propriedades incluem os seguintes valores:

  • O nome e a descrição do serviço de nuvem.

  • O nome do grupo de afinidade ao qual o serviço de nuvem pertence, ou sua localização se ele não fizer parte de um grupo de afinidade.

  • O rótulo que pode ser usado para rastrear o serviço de nuvem.

  • A data e a hora em que o serviço de nuvem foi criado ou modificado.

  • Se forem solicitados detalhes, as informações sobre implantações no serviço de nuvem serão retornadas.

Solicitação

A solicitação Get Cloud Service Properties pode ser especificada da seguinte maneira. Substitua <subscription-id> por sua ID da assinatura e <cloudservice-name> pelo nome do serviço de nuvem.

Método URI da solicitação
GET https://management.core.windows.net/<subscription-id>/services/hostedservices/<cloudservice-name>

Parâmetros de URI

Parâmetro do URI Descrição
embed-detail=true Opcional. Especifica que propriedades devem ser retornadas para todas as implantações no serviço de nuvem. O valor padrão é false.

Cabeçalhos de solicitação

A tabela a seguir descreve os cabeçalhos da solicitação.

Cabeçalho da solicitação Descrição
x-ms-version Obrigatórios. Especifica a versão da operação a ser usada para esta solicitação. Esse cabeçalho deve ser definido como 2009-10-01 ou superior.

Corpo da solicitação

Nenhum.

Resposta

A resposta inclui um código de status HTTP, um conjunto de cabeçalhos de resposta e um corpo de resposta.

Código de status

Uma operação bem-sucedida retorna o código de status 200 (OK).

Cabeçalhos de resposta

A resposta para esta operação inclui os cabeçalhos a seguir. A resposta também pode incluir cabeçalhos padrão HTTP adicionais.

Cabeçalho de Resposta Descrição
x-ms-request-id Um valor que identifica exclusivamente uma solicitação feita no serviço de gerenciamento.

Corpo da resposta

O formato básico do corpo de resposta quando a solicitação não inclui embed-detail é mostrado abaixo:

  
<?xml version="1.0" encoding="utf-8"?>  
<HostedService xmlns="http://schemas.microsoft.com/windowsazure">  
  <Url>hosted-service-url</Url>  
  <ServiceName>hosted-service-name</ServiceName>  
  <HostedServiceProperties>  
    <Description>description</Description>  
    <AffinityGroup>name-of-affinity-group</AffinityGroup>   
    <Location>location-of-service</Location >  
    <Label>base-64-encoded-name-of-service</Label>  
    <Status>current-status-of-service</Status>  
    <DateCreated>creation-date-of-service</DateCreated>  
    <DateLastModified>last-modification-date-of-service</DateLastModified>  
    <ExtendedProperties>  
      <ExtendedProperty>  
        <Name>name-of-property</Name>  
        <Value>value-of-property</Value>  
      </ExtendedProperty>  
    </ExtendedProperties>  
    <ReverseDnsFqdn>reverse-dns-fqdn</ReverseDnsFqdn>  
  </HostedServiceProperties>  
  <DefaultWinRmCertificateThumbprint>thumbprint-of-winrm-certificate</DefaultWinRmCertificateThumbprint>  
</HostedService>  
  

Os elementos a seguir também são retornados quando embed-detail está definido como true:

<?xml version="1.0" encoding="utf-8"?>  
<HostedService xmlns="http://schemas.microsoft.com/windowsazure">  
  <Url>hosted-service-url</Url>  
  <ServiceName>hosted-service-name</ServiceName>  
  <HostedServiceProperties>  
    <Description>description-of-service</Description>  
    <AffinityGroup>name-of-affinity-group</AffinityGroup>  
    <Location>location-of-service</Location>  
    <Label>base-64-encoded-name-of-service</Label>  
    <Status>current-status-of-service</Status>  
    <DateCreated>creation-date-of-service</DateCreated>  
    <DateLastModified>last-modification-date-of-service</DateLastModified>  
    <ExtendedProperties>  
      <ExtendedProperty>  
        <Name>name-of-property</Name>  
        <Value>value-of-property</Value>  
      </ExtendedProperty>  
    </ExtendedProperties>  
    <ReverseDnsFqdn>reverse-dns-fqdn</ReverseDnsFqdn>  
  </HostedServiceProperties>  
  <Deployments>  
    <Deployment xmlns=”http://schemas.microsoft.com/windowsazure”>  
      <Name>name-of-deployment</Name>  
      <DeploymentSlot>current-deployment-environment</DeploymentSlot>  
      <PrivateID>deployment-id</PrivateID>  
      <Status>status-of-deployment</Status>  
      <Label>base64-encoded-name-of-deployment</Label>  
      <Url>deployment-url</Url>  
      <Configuration>base-64-encoded-configuration-file</Configuration>  
      <RoleInstanceList>  
        <RoleInstance>  
          <RoleName>name-of-role</RoleName>  
          <InstanceName>name-of-role-instance</InstanceName>  
          <InstanceStatus>status-of-role-instance</InstanceStatus>  
          <InstanceUpgradeDomain>update-domain-of-role-instance</InstanceUpgradeDomain>  
          <InstanceFaultDomain>fault-domain-of-role-instance</InstanceFaultDomain>  
          <InstanceSize>size-of-role-instance</InstanceSize>  
          <InstanceStateDetails>state-of-role-instance</InstanceStateDetails>  
          <InstanceErrorCode>error-code-returned-for-role-instance</InstanceErrorCode>  
          <IpAddress>ip-address-of-role-instance</IpAddress>  
          <InstanceEndpoints>  
            <InstanceEndpoint>  
              <Name>name-of-endpoint</Name>  
              <Vip>virtual-ip-address-of-instance-endpoint</Vip>  
              <PublicPort>public-facing-port-of-instance-endpoint</PublicPort>  
              <LocalPort>internal-facing-port-of-instance-endpoint</LocalPort>  
              <Protocol>protocol-of-instance-endpoint</Protocol>  
            </InstanceEndpoint>  
          </InstanceEndpoints>  
          <PowerState>state-of-role-instance</PowerState>  
          <HostName>dns-name-of-service</HostName>  
          <RemoteAccessCertificateThumbprint>cert-thumbprint-for-remote-access</RemoteAccessCertificateThumbprint>  
        </RoleInstance>  
      </RoleInstanceList>  
      <UpgradeStatus>  
        <UpgradeType>type-of-upgrade</UpgradeType>  
        <CurrentUpgradeDomainState>status-of-current-upgrade</CurrentUpgradeDomainState>  
        <CurrentUpgradeDomain>n</CurrentUpgradeDomain>  
      </UpgradeStatus>  
      <UpgradeDomainCount>number-of-upgrade-domains-in-deployment</UpgradeDomainCount>  
      <RoleList>  
        <Role>  
          <RoleName>name-of-role</RoleName>  
          <OSVersion>operating-system-version</OSVersion>  
          <ConfigurationSets>  
            <ConfigurationSet>  
              <ConfigurationSetType>NetworkConfiguration</ConfigurationSetType>  
              <InputEndpoints>  
                <InputEndpoint>  
                  <Port>port-number-of-input-endpoint-in-network</Port>  
                  <Protocol>protocol-of-input-endpoint-in-network</Protocol>  
                  <Vip>virtual-ip-address-of-input-endpoint-in-network</Vip>  
                </InputEndpoint>  
              </InputEndpoints>  
            </ConfigurationSet>  
          </ConfigurationSets>  
        </Role>  
        <Role>  
          <RoleName>name-of-role</RoleName>  
          <OSVersion>operating-system-version</OSVersion>  
          <RoleType>PersistentVMRole</RoleType>  
          <ConfigurationSets>  
            <ConfigurationSet>  
              <ConfigurationSetType>NetworkConfiguration</ConfigurationSetType>  
              <InputEndpoints>  
                <InputEndpoint>  
                  <LoadBalancedEndpointSetName>name-of-load-balanced-endpoint-set</LoadBalancedEndpointSetName>  
                  <LocalPort>internal-facing-port-of-input-endpoint</LocalPort>  
                  <Name>name-of-input-endpoint</Name>  
                  <Port>external-facing-port-of-input-endpoint</Port>  
                  <LoadBalancerProbe>  
                    <Path>path-of-probe</Path>  
                    <Port>port-assigned-to-probe</Port>  
                    <Protocol>protocol-of-probe-port</Protocol>  
                  </LoadBalancerProbe>  
                  <Protocol>protocol-of-input-endpoint</Protocol>  
                  <Vip>virtual-ip-address-of-input-endpoint</Vip>  
                </InputEndpoint>  
              </InputEndpoints>  
              <SubnetNames>  
                <SubnetName>name-of-subnet</SubnetName>  
              </SubnetNames>  
            </ConfigurationSet>  
          </ConfigurationSets>  
          <AvailabilitySetName>name-of-availability-set</AvailabilitySetName>  
          <DataVirtualHardDisks>  
            <DataVirtualHardDisk>  
              <HostCaching>host-caching-mode-of-data-disk</HostCaching>  
              <DiskName>name-of-data-disk</DiskName>  
              <Lun>logical-unit-number-of-data-disk</Lun>  
              <LogicalDiskSizeInGB>size-of-data-disk</LogicalDiskSizeInGB>  
              <MediaLink>path-to-vhd</MediaLink>  
            </DataVirtualHardDisk>  
          </DataVirtualHardDisks>  
          <OSVirtualHardDisk>  
            <HostCaching>host-caching-mode-of-os-disk</HostCaching>  
            <DiskName>name-of-os-disk</DiskName>  
            <MediaLink>path-to-vhd</MediaLink>  
            <SourceImageName>image-used-to-create-os-disk</SourceImageName>  
            <OS>operating-system-on-os-disk</OS>  
          </OSVirtualHardDisk>  
          <RoleSize>size-of-role-instance</RoleSize>  
        </Role>  
      </RoleList>  
      <SdkVersion>sdk-version-used-to-create-package</SdkVersion>  
      <Locked>status-of-deployment-write-allowed</Locked>  
      <RollbackAllowed>rollback-operation-allowed</RollbackAllowed>  
      <CreatedTime>time-of-deployment-creation</CreatedTime>  
      <LastModifiedTime>time-of-last-deployment-modification</LastModifiedTime>  
      <VirtualNetworkName>name-of-virtual-network</VirtualNetworkName>  
      <Dns>  
        <DnsServers>  
          <DnsServer>  
            <Name>name-of-dns-server</Name>  
            <Address>address-of-dns-server</Address>  
          </DnsServer>  
        </DnsServers>  
      </Dns>  
      <ExtendedProperties>  
        <ExtendedProperty>  
          <Name>name-of-property</Name>  
          <Value>value-of-property</Value>  
        </ExtendedProperty>  
      </ExtendedProperties>  
      <PersistentVMDowntime>  
        <StartTime>start-of-downtime</StartTime>  
        <EndTime>end-of-downtime</EndTime>  
        <Status>status-of-downtime</Status>  
      </PersistentVMDowntime>  
      <VirtualIPs>  
        <VirtualIP>  
          <Address>virtual-ip-address-of-deployment</Address>  
        </VirtualIP>  
      </VirtualIPs>  
    </Deployment>  
  </Deployments>  
  <DefaultWinRmCertificateThumbprint>thumbprint-of-winrm-certificate</DefaultWinRmCertificateThumbprint>  
</HostedService>  
  

A tabela a seguir descreve os elementos no corpo da resposta.

Nome do elemento Descrição
Url Especifica a URL que é atribuída ao serviço de nuvem.
ServiceName Especifica o nome do serviço de nuvem. Esse nome é o nome do prefixo DNS e pode ser usado para acessar o serviço de nuvem.

Por exemplo, se o nome do serviço de nuvem for MeuServiço, você poderia acessá-lo ao chamar: http://MeuServiço.cloudapp.net
HostedServiceProperties Especifica as propriedades atribuídas ao serviço de nuvem.
DefaultWinRmCertificateThumbprint Especifica a impressão digital do certificado SSL que foi gerado quando WinRM foi definido com o ouvinte HTTPS e um certificado não foi incluído na definição. O valor desta propriedade é somente leitura e não muda quando uma instância de função em execução é atualizada para usar um novo certificado SSL.
Implantações Especifica as implantações no serviço de nuvem.

HostedServiceProperties

Especifica as propriedades atribuídas ao serviço de nuvem.

Nome do elemento Descrição
Descrição Especifica a descrição do serviço de nuvem.
AffinityGroup Especifica o nome do grupo de afinidade ao qual o serviço de nuvem está associado. Se o serviço de nuvem estiver associado a um grupo de afinidade, o elemento Location não será retornado.
Local Especifica a localização geográfica do serviço de nuvem no Azure, caso o serviço de nuvem não esteja associado a um grupo de afinidade. Se um local tiver sido especificado, o elemento AffinityGroup não será retornado.
Rótulo Especifica o identificador codificado em base 64 do serviço de nuvem. O rótulo pode ser usado para identificar o serviço de nuvem para suas finalidades de acompanhamento.
Status Especifica o status do serviço de nuvem.

Os valores possíveis são:

- Creating

- Created

- Deleting

- Deleted

- Changing

- ResolvingDns

O Status elemento só está disponível usando a versão 2012-03-01 ou superior.
DateCreated Especifica a data em que o serviço de nuvem foi criado, no formato [AnoDe4Dígitos]-[MêsDe2Dígitos]-[DiaDe2Dígitos]T[HoraDe2Dígitos]:[MinutosDe2Dígitos]:[SegundosDe2Dígitos]Z. A data 2011-05-11T16:15:26Z é um exemplo que pode ser retornado pelos elementos DateCreated ou DateLastModified.

O DateCreated elemento só está disponível usando a versão 2012-03-01 ou superior.
DateLastModified Especifica a data em que o serviço de nuvem foi atualizado pela última vez, no formato [AnoDe4Dígitos]-[MêsDe2Dígitos]-[DiaDe2Dígitos]T[HoraDe2Dígitos]:[MinutosDe2Dígitos]:[SegundosDe2Dígitos]Z. A data 2011-05-11T16:15:26Z é um exemplo que pode ser retornado pelos elementos DateCreated ou DateLastModified

O DateLastModified elemento só está disponível usando a versão 2012-03-01 ou superior.
Nome Especifica o nome de uma propriedade estendida do serviço de nuvem.

O Name elemento só está disponível usando a versão 2012-03-01 ou superior.
Valor Especifica o valor de uma propriedade estendida do serviço de nuvem.

O Value elemento só está disponível usando a versão 2012-03-01 ou superior.
ReverseDnsFqdn Opcional. Especifica o endereço de DNS para o qual o endereço IP do serviço em nuvem resolve quando consultado usando uma consulta de DNS reversa.

O ReverseDnsFqdn elemento só está disponível usando a versão 2014-06-01 ou superior.

Implantações

Especifica as implantações no serviço de nuvem.

Nome do elemento Descrição
Nome Especifica o nome da implantação.
DeploymentSlot Especifica o ambiente em que essa implantação está em execução, staging ou production.
PrivateID Especifica o identificador exclusivo da implantação.
Status Especifica o status da implantação.

Os valores possíveis são:

- Running

- Suspended

- RunningTransitioning

- SuspendedTransitioning

- Starting

- Suspending

- Deploying

- Deleting
Rótulo Especifica o identificador codificado em base 64 da implantação. O rótulo pode ser usado para suas finalidades de acompanhamento.
Url Especifica a URL que pode ser usada para acessar o serviço de nuvem.

Por exemplo, se o nome do serviço for MeuServiço, você poderia acessá-lo ao chamar: http://MeuServiço.cloudapp.net
Configuração Especifica o arquivo de configuração codificado em base 64 da implantação.
RoleInstanceList Contém a lista de instâncias de função da implantação.
UpgradeStatus Especifica informações sobre uma atualização que ocorre na implantação.
UpgradeDomainCount Especifica o número de domínios de atualização disponíveis para o serviço de nuvem.

O UpgradeDomainCount elemento só está disponível usando a versão 2011-06-01 ou superior.
RoleList Contém a lista de funções da implantação.
SdkVersion Especifica a versão do SDK usada para gerar o pacote para a implantação.

Os dois primeiros componentes numéricos da versão retornados representam a versão do SDK que foi usada para criar o pacote.

O SdkVersion elemento só está disponível usando a versão 2011-06-01 ou superior.
Bloqueado Indica se a implantação está bloqueada para novas operações de gravação. True se a implantação estiver bloqueada porque uma operação existente está atualizando a implantação; caso contrário false.

O Locked elemento só está disponível usando a versão 2011-06-01 ou superior.
RollbackAllowed Indica se a operação de Atualização ou Atualização de Reversão é permitida no momento. True se a operação for permitida; caso contrário false.

O RollbackAllowed elemento só está disponível usando a versão 2011-06-01 ou superior.
CreatedTime Especifica a hora em que a implantação foi criada.
LastModifiedTime Especifica a última hora em que a implantação foi modificada.
VirtualNetworkName Especifica o nome da Rede Virtual à qual a máquina virtual se conecta.

O VirtualNetworkName elemento só está disponível usando a versão 2012-03-01 ou superior.
Dns Especifica as configurações personalizadas de DNS especificadas para a implantação.

O Dns elemento só está disponível usando a versão 2012-03-01 ou superior.
ExtendedProperties Especifica as propriedades usadas para fornecer mais informações sobre uma implantação.
PersistentVMDowntime Especifica informações sobre quando a Máquina Virtual foi iniciada e parada.

O PersistentVMDowntime elemento só está disponível usando a versão 2012-03-01 ou superior.
VirtualIPs Contém os endereços IP virtuais especificados para a implantação.

O VirtualIPs elemento só está disponível usando a versão 2012-03-01 ou superior.

RoleInstanceList

Contém a lista de instâncias de função da implantação.

Nome do elemento Descrição
RoleName Especifica o nome da função.
InstanceName Especifica o nome de uma instância de função em particular, caso uma instância da função esteja em execução.
InstanceStatus Especifica o status atual de uma instância de função.

RoleStateUnknown :

- Indica que o estado da função é desconhecido no momento.

CreatingVM :

- Indica que os recursos estão sendo criados para uma Máquina Virtual.

StartingVM :

- Indica que uma Máquina Virtual está iniciando.

CreatingRole :

- Indica que os recursos estão sendo criados para uma instância de função.

StartingRole :

- Indica que uma instância de função está começando.

ReadyRole :

- Indica que uma instância de função foi iniciada e está pronta para ser usada.

BusyRole :

- Indica que uma instância de função não está disponível para solicitações. Geralmente, este estado é gerado quando a função está sendo criada ou parada.

StoppingRole :

- Indica que uma instância de função está parando.

StoppingVM :

- Indica que uma Máquina Virtual está parando.

DeletingVM :

- Indica que uma Máquina Virtual está sendo excluída.

StoppedVM :

- Indica que uma Máquina Virtual não está em execução. Este é o estado final do processo de desligamento, e nenhuma outra mensagem de status deverá ser recebida depois de StoppedVM.

RestartingRole :

- Indica que uma instância de função foi interrompida inesperadamente ou não foi iniciada. Este status indica que há um problema com a instância de função que está causando a falha ou está impedindo seu início, e deve ser corrigido para que a instância de função possa ser iniciada. Os campos InstanceStateDetails e InstanceErrorCode podem conter informações sobre o erro que causou esse estado.

CyclingRole :

- Indica que a instância de função não está começando corretamente. Este status indica que há um problema com a instância de função que a impede de iniciar, e pode ser gerado após o recebimento dos status StartingRole ou ReadyRole. O problema na instância de função deve ser encontrado e corrigido antes que a função possa ser iniciada. Os campos InstanceStateDetails e InstanceErrorCode podem conter informações sobre o erro de função que causou esse estado.

FailedStartingRole :

- Indica que uma instância de função falhou ao iniciar. Este status indica que há um problema com a instância de função que a está impedindo de iniciar, e talvez seja gerado depois que o processo retorna StartingRole. O problema na função deve ser encontrado e corrigido antes que a função possa ser iniciada. Os campos InstanceStateDetails e InstanceErrorCode podem conter informações sobre o erro da função que causou este estado, que podem ser úteis na identificação e na depuração do problema.

FailedStartingVM :

- Indica que uma Máquina Virtual falhou continuamente ao iniciar. Este status é gerado pelo Azure e não indica um erro com a instância de função. Pode ser gerado após o estado StartingRole.

UnresponsiveRole :

- Indica que uma instância de função atingiu o tempo limite antes de receber uma mensagem de status e não está respondendo às solicitações.

StoppedDeallocated :

- Indica que uma instância de função foi interrompida e todos os recursos alocados foram liberados. Isso interrompe a cobrança da instância de função. Instâncias de função com um status StoppedDeallocated são retornadas apenas na lista de instâncias de função quando a versão é 2013-06-01 ou posterior. Se todas as instâncias de função na implantação tiverem um status StoppedDeallocated, a implantação não será retornada.
InstanceUpgradeDomain Especifica o domínio de atualização ao qual a instância de função pertence. Durante uma implantação de atualização, todas as instâncias de função no mesmo domínio de atualização são atualizadas ao mesmo tempo.

O InstanceUpgradeDomain elemento só está disponível usando a versão 2011-06-01 ou superior.
InstanceFaultDomain Especifica o domínio de falha ao qual a instância de função pertence. As instâncias de função que fazem parte do mesmo domínio de falha podem estar vulneráveis à falha do mesmo hardware compartilhado.

O InstanceFaultDomain elemento só está disponível usando a versão 2011-06-01 ou superior.
InstanceSize Especifica o tamanho da instância de função.

O InstanceSize elemento só está disponível usando a versão 2011-06-01 ou superior.
InstanceStateDetails Fornece um instantâneo do estado da instância de função no momento em que a operação foi chamada.

O InstanceStateDetails elemento só está disponível usando a versão 2011-06-01 ou superior.
InstanceErrorCode Para Máquinas Virtuais, os códigos de erro são:

- WaitTimeout - A instância de função não se comunicou dentro de 25 minutos. Normalmente, isso indica que ela não foi iniciada ou que o agente convidado não está instalado.

- VhdTooLarge – A imagem do VHD selecionada era muito grande para a instância de função.

– AzureInternalError – ocorreu um erro interno que fez com que a instância de função não iniciasse. Contate o suporte para obter ajuda adicional.

Para funções da Web e de trabalho, esse campo retorna um código de erro que pode ser fornecido ao suporte do Azure para auxiliar na resolução de erros. Tipicamente, este campo estará vazio.

O InstanceErrorCode elemento só está disponível usando a versão 2011-10-01 ou superior.
IpAddress Especifica o endereço IP da instância de função (DIP).

O IpAddress elemento só está disponível usando a versão 2012-03-01 ou superior.
InstanceEndpoints Contém a lista de pontos de extremidade de instância para a função.
PowerState Indica o estado de execução da instância de função.

O valores possíveis são os seguintes:

- Starting

- Started

- Stopping

- Stopped

- Unknown
HostName Especifica o nome do host DNS do serviço de nuvem em que a instância de função está sendo executada. Este elemento é listado apenas para implantações de Máquina Virtual.
RemoteAccessCertificateThumbprint Especifica a impressão digital do certificado de servidor RDP (no Windows) ou do certificado de servidor SSH (no Linux). A impressão digital é usada apenas para Máquinas Virtuais que foram criadas a partir de uma imagem.

O RemoteAccessCertificateThumbprint elemento só está disponível usando a versão 2012-08-01 ou superior.

InstanceEndpoints

Contém a lista de pontos de extremidade de instância para a função.

Nome do elemento Descrição
Nome Especifica o nome do ponto de extremidade.
Vip Especifica o endereço IP virtual do ponto de extremidade.

O Vip elemento só está disponível usando a versão 2011-06-01 ou superior.
PublicPort Especifica a porta externa que é usada pelo ponto de extremidade.
LocalPort Especifica a porta interna que é usada pelo ponto de extremidade.
Protocolo Especifica o protocolo do tráfego no ponto de extremidade.

UpgradeStatus

Especifica informações sobre uma atualização que ocorre na implantação.

Nome do elemento Descrição
UpgradeType Especifica o tipo da atualização.

Os valores possíveis são:

- Auto

- Manual

- Simultaneous
CurrentUpgradeDomainState Especifica o estado atual da atualização. Os valores possíveis são Before e During
CurrentUpgradeDomain Contém um valor inteiro que identifica o domínio de atualização atual. Os domínios de atualização são identificados por um índice de base zero: o primeiro domínio de atualização tem uma ID 0, o segundo tem uma ID 1 e assim por diante.

RoleList

Contém a lista de funções da implantação.

Nome do elemento Descrição
RoleName Especifica o nome da função.
OSVersion Especifica a versão do sistema operacional do computador no qual as instâncias de função são executadas.
RoleType Especifica o tipo da função. Este elemento é listado apenas para implantações de Máquina Virtual e por padrão é PersistentVMRole.
ConfigurationSets Contém uma coleção de valores que representa parâmetros de configuração do sistema ou do aplicativo.
AvailabilitySetName Especifica o nome de uma coleção de máquinas virtuais.
DataVirtualHardDisks Contém os parâmetros que são usados para adicionar um disco de dados a uma Máquina Virtual.
OSVirtualHardDisk Contém os parâmetros que são usados para criar o disco do sistema operacional para uma Máquina Virtual.
RoleSize Especifica o tamanho da instância de função.

ConfigurationSets

Contém uma coleção de valores que representa parâmetros de configuração do sistema ou do aplicativo.

Nome do elemento Descrição
ConfigurationSetType Especifica o tipo de configuração para o conjunto de configuração. No momento, isso é sempre definido como NetworkConfiguration.
InputEndpoints Contém uma coleção de pontos de extremidade externos para uma Máquina Virtual.
SubnetNames Contém uma lista de nomes de sub-rede de Rede Virtual à qual a implantação pertence.

InputEndpoints

Contém uma coleção de pontos de extremidade externos para uma Máquina Virtual.

Nome do elemento Descrição
LoadBalancedEndpointSetName Especifica um nome de um conjunto de pontos de extremidade com balanceamento de carga. Este elemento é listado apenas para implantações de Máquina Virtual.
LocalPort Especifica a porta interna em que a Máquina Virtual está escutando para atender o ponto de extremidade. Este elemento é listado apenas para implantações de Máquina Virtual.
Nome Especifica o nome para o ponto de extremidade externo. Este elemento é listado apenas para implantações de Máquina Virtual.
Porta Especifica a porta externa a ser usada para o ponto de extremidade.
LoadBalancerProbe Contém as configurações de ponto de extremidade que o balanceador de carga do Azure usa para monitorar a disponibilidade de uma Máquina Virtual antes de encaminhar o tráfego para o ponto de extremidade.
Protocolo Especifica o protocolo de transporte para o ponto de extremidade.

Os possíveis valores são:

- TCP

- UDP
Vip Especifica o endereço IP virtual para o ponto de extremidade.

LoadBalancerProbe

Contém as configurações de ponto de extremidade que o balanceador de carga do Azure usa para monitorar a disponibilidade de uma Máquina Virtual antes de encaminhar o tráfego para o ponto de extremidade.

Nome do elemento Descrição
Caminho Especifica o nome do caminho relativo a ser inspecionado para determinar o status de disponibilidade. Se Protocolo estiver definido como TCP, esse valor deverá ser NULL.

Exemplo:

caminho

A investigação será usada https://example.com/path para executar a investigação.
Porta Especifica a porta a ser usada para inspecionar o status de disponibilidade.
Protocolo Especifica o protocolo a ser usado para inspecionar o status de disponibilidade.

Os valores possíveis são:

- HTTP

- TCP

DNS

Especifica as configurações personalizadas de DNS especificadas para a implantação.

Nome do elemento Descrição
Nome Especifica o nome do servidor DNS.
Endereço Especifica o endereço IP do servidor DNS.

ExtendedProperties

Especifica as propriedades usadas para fornecer mais informações sobre uma implantação.

Nome do elemento Descrição
Nome Especifica o nome de uma propriedade que é associada à implantação.
Valor Especifica o valor de uma propriedade associada à implantação.

PersistentVMDowntime

Especifica informações sobre quando a Máquina Virtual foi iniciada e parada.

Nome do elemento Descrição
StartTime Especifica a hora em que a Máquina Virtual foi iniciada.
EndTime Especifica a hora em que a Máquina Virtual foi parada.
Status Especifica o status da Máquina Virtual.

VirtualIPs

Contém os endereços IP virtuais especificados para a implantação.

Nome do elemento Descrição
Endereço Especifica o endereço IP virtual da implantação.

DataVirtualHardDisks

Contém os parâmetros que são usados para adicionar um disco de dados a uma Máquina Virtual.

Nome do elemento Descrição
HostCaching Especifica o comportamento do cache da plataforma de blob de disco de dados para a eficiência de leitura/gravação.

Os valores possíveis são:

- None

- ReadOnly

- ReadWrite

O valor padrão é ReadOnly.
DiskName Especifica o nome do VHD a ser usado para criar o disco de dados para a Máquina Virtual.
Lun Especifica o Número de Unidade Lógica (LUN) para o disco de dados. O LUN especifica o local em que a unidade de dados aparece quando montada para uso pela Máquina Virtual. Este elemento só será listado quando mais de um disco de dados for anexado a uma Máquina Virtual.
LogicalDiskSizeInGB Especifica o tamanho, em GB, do disco a ser anexado à Máquina Virtual.
MediaLink Especifica a localização do VHD associado ao disco no armazenamento do Azure.

Exemplo:

http://example.blob.core.windows.net/disks/mydatadisk.vhd

OSVirtualHardDisk

Contém os parâmetros que são usados para criar o disco do sistema operacional para uma Máquina Virtual.

Nome do elemento Descrição
HostCaching Especifica o comportamento de cache de plataforma do blob de disco do sistema operacional para a eficiência de leitura/gravação.

Os valores possíveis são:

- ReadOnly

- ReadWrite
DiskName Especifica o nome de uma imagem do sistema operacional no repositório de imagens.
MediaLink Especifica a localização do VHD associado ao disco do sistema operacional no armazenamento do Azure.
SourceImageName Especifica o nome da imagem de origem usada para criar o disco do sistema operacional.
SO Especifica o sistema operacional que está em execução na Máquina Virtual.

Comentários

Para obter os nomes dos serviços de nuvem em sua assinatura, você pode usar List Serviços de Nuvem.