Compartilhar via


Microsoft Security Bulletin MS16-102 - Crítica

Atualização de segurança para a Biblioteca de PDF do Microsoft Windows (3182248)

Publicado: terça-feira, 9 de agosto de 2016 | Atualizado: August 12, 2016

Versão: 1.2

Resumo executivo

Esta atualização de segurança elimina uma vulnerabilidade no Microsoft Windows. A vulnerabilidade pode permitir a execução remota de código se um usuário exibir conteúdo PDF especialmente criado online ou abrir um documento PDF especialmente criado. Um invasor que explorar com êxito a vulnerabilidade poderá obter os mesmos direitos de usuário que o usuário atual. Se o usuário atual estiver conectado com direitos administrativos, um invasor poderá assumir o controle de um sistema afetado. Um invasor pode instalar programas, exibir, alterar ou excluir dados, além de criar contas com direitos de usuário totais.

Esta atualização de segurança é classificada como Crítica para todas as edições com suporte do Windows 8.1, Windows Server 2012, Windows RT 8.1, Windows Server 2012 R2 e Windows 10. Para obter mais informações, consulte a seção Software afetado e Classificações de gravidade da vulnerabilidade.

A atualização elimina a vulnerabilidade corrigindo como os sistemas afetados manipulam objetos na memória. Para obter mais informações sobre a vulnerabilidade, consulte a seção Informações sobre a vulnerabilidade.

Para obter mais informações sobre essa atualização, consulte o artigo 3182248 da Base de Dados de Conhecimento Microsoft.

Software afetado e classificações de gravidade da vulnerabilidade

As seguintes versões ou edições de software são afetadas. As versões ou edições que não estão listadas já passaram do ciclo de vida de suporte ou não são afetadas. Para determinar o ciclo de vida de suporte para sua versão ou edição de software, consulte Ciclo de Vida do Suporte da Microsoft.

As classificações de gravidade a seguir pressupõem o impacto máximo potencial da vulnerabilidade. Para obter informações sobre a probabilidade, dentro de 30 dias após o lançamento deste boletim de segurança, da possibilidade de exploração da vulnerabilidade em relação à sua classificação de gravidade e impacto à segurança, consulte o Índice de exploração no resumo de boletins de agosto.

Sistema operacional Vulnerabilidade de execução remota de código do Microsoft PDF - CVE-2016-3319 Atualizações substituídas
Windows 8.1
Windows 8.1 para sistemas de 32 bits (3175887) Execução remota crítica de código 3157569 no boletim MS16-080
Windows 8.1 para sistemas baseados em x64 (3175887) Execução remota crítica de código 3157569 no boletim MS16-080
Windows Server 2012 e Windows Server 2012 R2
Windows Server 2012 (3175887) Execução remota crítica de código 3157569 no boletim MS16-080
Windows Server 2012 R2 (3175887) Execução remota crítica de código 3157569 no boletim MS16-080
Windows RT 8.1
Windows RT 8.1[1](3175887) Execução remota crítica de código 3157569 no boletim MS16-080
Windows 10
Windows 10 para sistemas de 32 bits[2](3176492) Execução remota crítica de código 3163912
Windows 10 para sistemas baseados em x64[2](3176492) Execução remota crítica de código 3163912
Windows 10 versão 1511 para sistemas de 32 bits[2](3176493) Execução remota crítica de código 3172985
Windows 10 versão 1511 para sistemas baseados em x64[2](3176493) Execução remota crítica de código 3172985

[1]Esta actualização só está disponível através do Windows Update.

[2]As atualizações do Windows 10 são cumulativas. A versão de segurança mensal inclui todas as correções de segurança para vulnerabilidades que afetam o Windows 10, além de atualizações não relacionadas à segurança. As atualizações estão disponíveis por meio do Catálogo do Microsoft Update.

Observação As vulnerabilidades discutidas neste boletim afetam o Windows Server 2016 Technical Preview 5. Para se proteger das vulnerabilidades, a Microsoft recomenda que os clientes que executam esse sistema operacional apliquem a atualização atual, que está disponível no Windows Update

Informações de vulnerabilidade

Vulnerabilidade de execução remota de código do Microsoft PDF - CVE-2016-3319

Existe uma vulnerabilidade de execução remota de código quando a Biblioteca de PDF do Microsoft Windows manipula incorretamente objetos na memória. A vulnerabilidade pode corromper a memória de uma forma que permita que um invasor execute código arbitrário no contexto do usuário atual. Um invasor que explorar com êxito a vulnerabilidade poderá obter os mesmos direitos de usuário que o usuário atual. Se o usuário atual estiver conectado com direitos administrativos, um invasor poderá assumir o controle de um sistema afetado. Um invasor pode instalar programas, exibir, alterar ou excluir dados, além de criar contas com direitos de usuário totais.

Para explorar a vulnerabilidade em sistemas Windows 10 com o Microsoft Edge definido como navegador padrão, um invasor pode hospedar um site especialmente criado que contenha conteúdo PDF mal-intencionado e, em seguida, convencer os usuários a exibir o site. O invasor também pode tirar proveito de sites comprometidos ou sites que aceitam ou hospedam conteúdo fornecido pelo usuário ou anúncios, adicionando conteúdo PDF especialmente criado a esses sites. Apenas os sistemas Windows 10 com o Microsoft Edge definido como navegador padrão podem ser comprometidos simplesmente visualizando um site. Os navegadores de todos os outros sistemas operacionais afetados não processam automaticamente o conteúdo PDF, portanto, um invasor não teria como forçar os usuários a exibir conteúdo controlado pelo invasor. Em vez disso, um invasor teria que convencer os usuários a abrir um documento PDF especialmente criado, geralmente por meio de um aliciamento em um email ou mensagem instantânea ou por meio de um anexo de email. A atualização elimina as vulnerabilidades modificando como os sistemas afetados lidam com objetos na memória.

A tabela a seguir contém links para a entrada padrão de cada vulnerabilidade na lista Common Vulnerabilities and Exposures:

Título da vulnerabilidade Número CVE Divulgado publicamente Explorado
Vulnerabilidade de execução remota de código do Microsoft PDF CVE-2016-3319 Não Não

Fatores atenuantes

A Microsoft não identificou nenhum fator atenuante para essas vulnerabilidades.

Soluções Alternativas

A Microsoft não identificou nenhuma solução alternativa para essas vulnerabilidades.

Implantação de atualização de segurança

Para obter informações sobre a Implantação da Atualização de Segurança, consulte o artigo da Base de Dados de Conhecimento Microsoft mencionado no Resumo Executivo.

Agradecimentos

A Microsoft reconhece os esforços daqueles na comunidade de segurança que nos ajudam a proteger os clientes por meio da divulgação coordenada de vulnerabilidades. Consulte Agradecimentos para obter mais informações.

Aviso de isenção de responsabilidade

As informações fornecidas na Base de Dados de Conhecimento Microsoft são fornecidas "no estado em que se encontram", sem qualquer tipo de garantia. A Microsoft se isenta de todas as garantias, expressas ou implícitas, incluindo as garantias de comercialização e adequação a uma finalidade específica. Em nenhuma circunstância a Microsoft Corporation ou seus fornecedores serão responsáveis por quaisquer danos, incluindo danos diretos, indiretos, incidentais, consequenciais, perda de lucros comerciais ou danos especiais, mesmo que a Microsoft Corporation ou seus fornecedores tenham sido avisados da possibilidade de tais danos. Alguns estados não permitem a exclusão ou limitação de responsabilidade por danos consequenciais ou incidentais, portanto, a limitação acima pode não se aplicar.

Revisões

  • V1.0 (9 de agosto de 2016): Boletim publicado.
  • V1.1 (11 de agosto de 2016): Boletim revisado para remover o Windows Server 2012 R2 (instalação Server Core) da tabela de software afetado porque a versão Server Core do Windows Server 2012 R2 não é afetada. Esta é apenas uma alteração informativa. Os clientes que já instalaram a atualização com êxito não precisam executar nenhuma ação.
  • V1.2 (12 de agosto de 2016): Boletim revisado para corrigir as atualizações substituídas para o Windows 8.1, Windows Server 2012 e Windows Server 2012 R2. Boletim revisado para remover o Windows 10 versão 1607 da tabela de softwares afetados porque ele não é afetado. Esta é apenas uma alteração informativa. Os clientes que já instalaram a atualização com êxito não precisam executar nenhuma ação.

Página gerada em 16/09/2016 11:41-07:00.