Início Rápido: Usar o MySQL Workbench para se conectar e consultar dados no Banco de Dados do Azure para MySQL

APLICA-SE A: Banco de Dados do Azure para MySQL – Servidor único

Este guia de início rápido demonstra como se conectar a um Banco de Dados do Azure para MySQL usando o aplicativo MySQL Workbench.

Pré-requisitos

Este guia de início rápido usa os recursos criados em um destes guias como ponto de partida:

Importante

Verifique se o endereço IP do qual você está se conectando foi adicionado às regras de firewall do servidor usando o portal do Azure ou a CLI do Azure

Instalar o MySQL Workbench

Baixe e instale o MySQL Workbench em seu computador e do site do MySQL.

Obter informações de conexão

Obtenha as informações de conexão necessárias para se conectar ao Banco de Dados do Azure para MySQL. Você precisa das credenciais de logon e do nome do servidor totalmente qualificado.

  1. Faça logon no Portal do Azure.

  2. No menu à esquerda no portal do Azure, clique em Todos os recursos e pesquise o servidor que você criou (como mydemoserver).

  3. Clique no nome do servidor.

  4. No painel Visão Geral do servidor, anote o Nome do servidor e Nome de logon do administrador do servidor. Se você esquecer sua senha, também poderá redefini-la nesse painel. Azure Database for MySQL server name

Conectar-se ao servidor usando MySQL Workbench

Para se conectar ao Servidor MySQL do Azure usando a ferramenta de GUI MySQL Workbench:

  1. Inicie o aplicativo MySQL Workbench em seu computador.

  2. Na caixa de diálogo Configurar Nova Conexão, insira as seguintes informações na guia Parâmetros:

setup new connection

Configuração Valor sugerido Descrição do campo
Nome da Conexão Conexão de demonstração Especifique um rótulo para essa conexão.
Método de Conexão Padrão (TCP/IP) Padrão (TCP/IP) é suficiente.
Nome do host nome do servidor Especifique o valor do nome do servidor que foi usado quando você criou o Banco de Dados do Azure para MySQL anteriormente. Nosso servidor de exemplo mostrado é mydemoserver.mysql.database.azure.com. Use o nome de domínio totalmente qualificado (*.mysql.database.azure.com) conforme mostrado no exemplo. Siga as etapas na seção anterior para obter as informações da conexão, caso não se lembre do seu nome do servidor.
Porta 3306 Sempre use a porta 3306 ao conectar o Banco de Dados do Azure para MySQL.
Nome de Usuário nome de logon do administrador do servidor Digite o nome de usuário de logon do administrador do servidor fornecido na criação do Banco de Dados do Azure para MySQL anteriormente. O nome de usuário de nosso exemplo é myadmin@mydemoserver. Siga as etapas na seção anterior para obter as informações da conexão, caso não se lembre do nome do usuário. O formato é username@servername.
Senha sua senha Clique no botão Armazenar no cofre... para salvar a senha.
  1. Clique em Testar Conexão para testar se todos os parâmetros estiverem configurados corretamente.

  2. Clique em OK para salvar a conexão.

  3. Na lista de Conexões MySQL, clique no bloco correspondente ao seu servidor e aguarde até que a conexão seja estabelecida.

    Uma nova guia do SQL é aberta, com um editor em branco no qual você pode digitar suas consultas.

    Observação

    Por padrão, a segurança da conexão SSL é exigida e imposta no seu Banco de Dados do Azure para o servidor MySQL. Embora normalmente nenhuma configuração adicional com certificados SSL seja necessária para que o MySQL Workbench se conecte ao servidor, recomendamos associar a certificação de AC SSL com o MySQL Workbench. Para obter mais informações sobre como baixar e associar a certificação, veja Configurar conectividade SSL em seu aplicativo para se conectar com segurança ao Banco de Dados do Azure para MySQL. Se precisar desabilitar o SSL, visite o portal do Azure e clique na página Segurança de conexão para desabilitar o botão de alternância Impor conexão SSL.

Criar uma tabela, inserir dados, ler dados, atualizar dados, excluir dados

  1. Copie e cole o código de exemplo do SQL em uma guia SQL em branco para ilustrar alguns dados de exemplo.

    Esse código cria um banco de dados vazio chamado quickstartdb e, em seguida, cria uma tabela de exemplo chamada inventory. Ele insere algumas linhas e, em seguida, lê as linhas. Ele altera os dados com uma instrução de atualização e lê as linhas novamente. Por fim, exclui uma linha e lê as linhas novamente.

    -- Create a database
    -- DROP DATABASE IF EXISTS quickstartdb;
    CREATE DATABASE quickstartdb;
    USE quickstartdb;
    
    -- Create a table and insert rows
    DROP TABLE IF EXISTS inventory;
    CREATE TABLE inventory (id serial PRIMARY KEY, name VARCHAR(50), quantity INTEGER);
    INSERT INTO inventory (name, quantity) VALUES ('banana', 150);
    INSERT INTO inventory (name, quantity) VALUES ('orange', 154);
    INSERT INTO inventory (name, quantity) VALUES ('apple', 100);
    
    -- Read
    SELECT * FROM inventory;
    
    -- Update
    UPDATE inventory SET quantity = 200 WHERE id = 1;
    SELECT * FROM inventory;
    
    -- Delete
    DELETE FROM inventory WHERE id = 2;
    SELECT * FROM inventory;
    

    A captura de tela mostra um exemplo do código SQL no SQL Workbench e a saída após sua execução.

    MySQL Workbench SQL Tab to run sample SQL code

  2. Para executar o código SQL de exemplo, clique no ícone de raio na barra de ferramentas da guia Arquivo SQL.

  3. Observe os resultados em três guias na seção Grade de Resultados no meio da página.

  4. Observe a lista de Saída na parte inferior da página. O status de cada comando é mostrado.

Agora, você se conectou ao Banco de Dados do Azure para MySQL usando o MySQL Workbench e consultou dados usando a linguagem SQL.

Limpar os recursos

Para limpar todos os recursos usados durante este guia de início rápido, exclua o grupo de recursos usando o seguinte comando:

az group delete \
    --name $AZ_RESOURCE_GROUP \
    --yes

Próximas etapas