dotnet new <TEMPLATE>

Este artigo se aplica a: ✔️ SDK do .NET Core 3.1 e versões posteriores

Nome

dotnet new – Cria um novo projeto, arquivo de configuração ou solução com base no modelo especificado.

Sinopse

dotnet new <TEMPLATE> [--dry-run] [--force] [-lang|--language {"C#"|"F#"|VB}]
    [-n|--name <OUTPUT_NAME>] [-f|--framework <FRAMEWORK>] [--no-update-check]
    [-o|--output <OUTPUT_DIRECTORY>] [--project <PROJECT_PATH>]
    [-d|--diagnostics] [--verbosity <LEVEL>] [Template options]

dotnet new -h|--help

Descrição

O comando dotnet new cria um projeto do .NET ou outros artefatos com base em um modelo.

O comando chama o mecanismo de modelo para criar os artefatos em disco com base no modelo e nas opções especificadas.

Observação

A partir do SDK do .NET 7, a dotnet new sintaxe foi alterada:

  • As opções --list, --search, --install e --uninstall se tornaram os subcomandos list, search, install e uninstall.
  • A opção --update-apply se tornou o subcomando update.
  • Para usar --update-check, use o update subcomando com a opção --check-only .

Outras opções que estavam disponíveis antes ainda estão disponíveis para serem usadas com os respectivos subcomandos. A ajuda separada para cada subcomando está disponível por meio da ou opção -h ou --help: dotnet new <subcommand> --help lista todas as opções com suporte para o subcomando.

Além disso, o preenchimento com Tab agora está disponível para dotnet new. Ele dá suporte à conclusão para nomes de modelo instalados e para as opções que um modelo selecionado fornece. Para ativar o preenchimento com Tab no SDK do .NET, confira Habilitar o preenchimento com Tab.

Preenchimento de guias

A partir do SDK do .NET 7.0.100, o preenchimento de guia está disponível para dotnet new. Ele dá suporte ao preenchimento de nomes de modelo instalados, bem como das opções que um modelo selecionado oferece. Para ativar o preenchimento com Tab no SDK do .NET, confira Habilitar o preenchimento com Tab.

Restauração implícita

Não é necessário executar dotnet restore, pois ele é executado implicitamente por todos os comandos que exigem uma restauração, como dotnet new, dotnet build, dotnet run, dotnet test, dotnet publish e dotnet pack. Para desabilitar a restauração implícita, use a opção --no-restore.

O comando dotnet restore ainda é útil em determinados cenários em que realizar uma restauração explícita faz sentido, como compilações de integração contínua no Azure DevOps Services ou em sistemas de compilação que precisam controlar explicitamente quando a restauração ocorrerá.

Para obter informações sobre como gerenciar feeds do NuGet, consulte a documentação de dotnet restore.

Argumentos

  • TEMPLATE

    O modelo para o qual criar uma instância quando o comando é invocado. Cada modelo pode ter opções específicas que podem ser passadas. Para obter mais informações, consulte Opções de modelo.

    Você pode executar dotnet new list para ver uma lista de todos os modelos instalados.

    Começando com o SDK do .NET Core 3.0 e terminando com o SDK do .NET 5.0.300, a CLI pesquisa modelos no NuGet.org quando você invoca o dotnet new comando nas seguintes condições:

    • Se a CLI não conseguir encontrar uma correspondência de modelo, nem mesmo parcial, ao invocar dotnet new.
    • Se houver uma versão mais recente do modelo disponível. Nesse caso, o projeto ou o artefato é criado, mas a CLI avisa que há uma versão atualizada do modelo.

    A partir do SDK do .NET 5.0.300, o search comando deve ser usado para pesquisar modelos no NuGet.org.

    A tabela a seguir mostra os modelos que vêm pré-instalados com o SDK do .NET. O idioma padrão do modelo é mostrado entre parênteses. Clique no link de nome curto para ver as opções de modelo específicas.

Modelos Nome curto Linguagem Marcações Introduzida
Aplicativo do Console console [C#], F#, VB Comum/Console 1,0
Biblioteca de classes classlib [C#], F#, VB Comum/Library 1,0
Aplicativo WPF wpf [C#], VB Comum/WPF 3.0 (5.0 para VB)
Biblioteca de classes do WPF wpflib [C#], VB Comum/WPF 3.0 (5.0 para VB)
Biblioteca de Controles Personalizados do WPF wpfcustomcontrollib [C#], VB Comum/WPF 3.0 (5.0 para VB)
Biblioteca de controle de usuário WPF wpfusercontrollib [C#], VB Comum/WPF 3.0 (5.0 para VB)
Aplicativo do WinForms (Windows Forms) winforms [C#], VB Comum/WinForms 3.0 (5.0 para VB)
Biblioteca de classes do WinForms (Windows Forms) winformslib [C#], VB Comum/WinForms 3.0 (5.0 para VB)
Serviço de trabalho worker [C#] Comum/trabalho/Web 3,0
Projeto de Teste de Unidade mstest [C#], F#, VB Teste/MSTest 1,0
Projeto de Teste do NUnit 3 nunit [C#], F#, VB Teste/NUnit 2.1.400
Item de Teste do NUnit 3 nunit-test [C#], F#, VB Teste/NUnit 2,2
Projeto de Teste xUnit xunit [C#], F#, VB Teste/xUnit 1,0
Componente do Razor razorcomponent [C#] Web/ASP.NET 3,0
Página do Razor page [C#] Web/ASP.NET 2,0
Importações de Exibição do MVC viewimports [C#] Web/ASP.NET 2,0
MVC ViewStart viewstart [C#] Web/ASP.NET 2,0
Aplicativo para servidores Blazor blazorserver [C#] Web/Blazor 3,0
Aplicativo WebAssembly do Blazor blazorwasm [C#] Web/Blazor/WebAssembly 3.1.300
ASP.NET Core Vazio web [C#], F# Web/Vazio 1,0
Aplicativo Web ASP.NET Core (Modelo-Exibição-Controlador) mvc [C#], F# Web/MVC 1,0
Aplicativo Web ASP.NET Core webapp, razor [C#] Web/MVC/Razor Pages 2.2, 2.0
ASP.NET Core com Angular angular [C#] Web/MVC/SPA 2,0
ASP.NET Core com React.js react [C#] Web/MVC/SPA 2,0
ASP.NET Core com React.js e Redux reactredux [C#] Web/MVC/SPA 2,0
Biblioteca de Classes do Razor razorclasslib [C#] Web/Razor/Biblioteca/Biblioteca de Classes do Razor 2.1
API Web do ASP.NET Core webapi [C#], F# Web/WebAPI 1,0
Serviço gRPC do ASP.NET Core grpc [C#] Web/gRPC 3,0
Arquivo dotnet gitignore gitignore Config 3,0
Arquivo global.json globaljson Config 2,0
Configuração do NuGet nugetconfig Config 1,0
Arquivo de manifesto da ferramenta local do dotnet tool-manifest Config 3,0
Configuração da Web webconfig Config 1,0
Arquivo de Solução sln Solução 1,0
Arquivo de buffer de protocolo proto Web/gRPC 3,0
Arquivo EditorConfig editorconfig Config 6,0

Opções

  • --dry-run

    Exibe um resumo do que ocorreria se o comando fornecido fosse executado se resultasse na criação de um modelo. Disponível desde o SDK do .NET Core 2.2.

  • --force

    Força o conteúdo a ser gerado mesmo se ele alterasse os arquivos existentes. Isso é necessário quando o modelo escolhido substituiria os arquivos existentes no diretório de saída.

  • -?|-h|--help

    Imprime uma ajuda para o comando. Ele pode ser invocado para o próprio comando dotnet new ou para qualquer modelo. Por exemplo, dotnet new mvc --help.

  • -lang|--language {C#|F#|VB}

    A linguagem do modelo a ser criada. A linguagem aceita varia de acordo com o modelo (consulte os padrões na seção Argumentos). Não é válida para alguns modelos.

    Observação

    Alguns shells interpretam # como um caractere especial. Nesses casos, coloque o valor do parâmetro de idioma entre aspas. Por exemplo, dotnet new console -lang "F#".

  • -n|--name <OUTPUT_NAME>

    O nome para a saída criada. Se nenhum nome for especificado, o nome do diretório atual será usado.

  • -f|--framework <FRAMEWORK>

    Especifica a estrutura de destino. Ele espera um TFM (moniker de estrutura de destino). Exemplos: "net6.0", "net7.0-macos". Esse valor será refletido no arquivo de projeto.

  • -no-update-check

    Desabilita a verificação de atualizações de pacote de modelo quando uma instância de modelo é criada. Disponível desde o SDK do .NET 6.0.100. Ao criar uma instância do modelo por meio de um pacote de modelo que foi instalado usando o dotnet new --install, o dotnet new verifica se há uma atualização para o modelo. Do .NET 6 em diante, não é feita nenhuma verificação de atualização para modelos padrão do .NET. Para atualizar modelos padrão do .NET, instale a versão de patch do SDK do .NET.

  • -o|--output <OUTPUT_DIRECTORY>

    Local para colocar a saída gerada. O padrão é o diretório atual.

  • --project <PROJECT_PATH>

    O projeto ao qual o modelo é adicionado. Este projeto é usado para avaliação de contexto. Se não for especificado, o projeto nos diretórios atuais ou pai será usado. Disponível desde o SDK do .NET 7.0.100.

  • -d|--diagnostics

    Habilita a saída de diagnóstico. Disponível desde o SDK do .NET 7.0.100.

  • -v|--verbosity <LEVEL>

    Define o nível de detalhes do comando. Os valores permitidos são q[uiet], m[inimal], n[ormal] e diag[nostic]. Disponível desde o SDK do .NET 7.0.100.

Opções de modelo

Cada modelo pode ter opções adicionais definidas. Para obter mais informações, confira modelos padrão do .NET para dotnet new.

Exemplos

  • Criar um projeto de aplicativo de console C#:

    dotnet new console
    
  • Crie um projeto de aplicativo de console F# no diretório atual:

    dotnet new console --language "F#"
    
  • Crie um projeto de biblioteca de classes .NET Standard 2.0 no diretório especificado:

    dotnet new classlib --framework "netstandard2.0" -o MyLibrary
    
  • Crie um projeto de MVC em C# do ASP.NET Core no diretório atual sem autenticação:

    dotnet new mvc -au None
    
  • Crie um projeto de xUnit:

    dotnet new xunit
    
  • Crie um global.json no diretório atual definindo a versão do SDK como 3.1.101:

    dotnet new globaljson --sdk-version 3.1.101
    
  • Mostrar a ajuda do modelo de aplicativo de console C#:

    dotnet new console -h
    
  • Mostrar a ajuda do modelo de aplicativo de console F#:

    dotnet new console --language "F#" -h
    

Confira também