Compartilhar via


Implantando e depurando aplicativos UWP

Este artigo apresenta as etapas para abordar vários destinos de depuração e implantação.

O Microsoft Visual Studio permite que você implante e depure seus aplicativos UWP (Plataforma Universal do Windows) em uma variedade de dispositivos Windows 10. O Visual Studio manipulará o processo de criação e registro do aplicativo no dispositivo de destino.

Selecionando um destino de implantação

Para escolher um destino, vá para a lista suspensa de destino de depuração próxima ao botão Iniciar Depuração e escolha um destino onde você deseja implantar seu aplicativo. Depois que o destino for selecionado, selecione Iniciar Depuração (F5) para implantar e depurar no alvo, ou selecione Ctrl+F5 para implementar apenas nesse destino.

Debug device target list

  • Simulador implantará o aplicativo em um ambiente simulado em seu computador de desenvolvimento atual. Essa opção só estará disponível se a versão mínima da plataforma de destino do seu aplicativo for inferior ou igual ao sistema operacional em seu computador de desenvolvimento.
  • Máquina Local implantará o aplicativo no computador de desenvolvimento atual. Essa opção só estará disponível se a versão mínima da plataforma de destino do seu aplicativo for inferior ou igual ao sistema operacional em seu computador de desenvolvimento.
  • A Máquina Remota permitirá que você especifique um destino remoto para implantar o aplicativo. Mais informações sobre a implantação em um computador remoto podem ser encontradas em Especificando um dispositivo remoto.
  • O Dispositivo implantará o aplicativo em um dispositivo conectado USB. O dispositivo deve ser desbloqueado pelo desenvolvedor e ter a tela desbloqueada.
  • Um destino de Emulador será inicializado e implantará o aplicativo em um emulador com a configuração especificada no nome. Os emuladores estão disponíveis apenas em computadores Hyper-V habilitados que executam o Windows 8.1 ou posterior.

Depurando aplicativos implantados

O Visual Studio também pode ser anexado a qualquer processo de aplicativo UWP em execução com a seleção de Depurar e, depois, Anexar ao Processo. Anexar a um processo em execução não exige o projeto do Visual Studio original, mas o carregamento dos símbolos do processo ajudarão significativamente durante a depuração de um processo para o qual você não tem o código original.

Além disso, qualquer pacote do aplicativo instalado pode ser anexado e depurado com a seleção de Depurar, Outros e, depois, Depurar Pacotes do Aplicativo Instalados.

Debug Installed App Package dialog box

A seleção de Não iniciar, mas sim depurar meu código quando iniciar fará com que o depurador do Visual Studio seja anexado ao seu aplicativo UWP quando você o iniciar em um horário personalizado. Essa é uma forma eficiente de depurar caminhos de controle de métodos de inicialização diferentes, como a ativação de protocolo com parâmetros personalizados.

Os aplicativos UWP podem ser desenvolvidos e compilados no Windows 8.1 ou posterior, mas exigem que o Windows 10 seja executado. Se você estiver desenvolvendo um aplicativo UWP em um computador Windows 8.1, poderá depurar remotamente um aplicativo UWP em execução em outro dispositivo Windows 10, desde que os computadores host e de destino estejam na mesma LAN. Para fazer isso, baixe e instale as Ferramentas Remotas para Visual Studio em ambos os computadores. A versão instalada deve corresponder à versão existente do Visual Studio que você instalou, e a arquitetura que você selecionar (x86, x64) também deverá corresponder à do aplicativo de destino.

Layout de pacote

Na Atualização 3 do Visual Studio 2015, adicionamos a opção para desenvolvedores especificarem o caminho de layout para aplicativos UWP. Isso determina onde o layout de pacote é copiado para o disco quando você compila seu aplicativo. Por padrão, essa propriedade é definida em relação ao diretório raiz do projeto. Se você não modificar essa propriedade, o comportamento permanecerá o mesmo para versões anteriores do Visual Studio.

Esta propriedade pode ser modificada na propriedade Debug do projeto.

Se quiser incluir todos os arquivos de layout em seu pacote quando criar um pacote para o seu aplicativo, você deve adicionar a propriedade do projeto <IncludeLayoutFilesInPackage>true</IncludeLayoutFilesInPackage>.

Para adicionar esta propriedade:

  1. Clique com o botão direito do mouse no projeto e selecione Descarregar Projeto.
  2. Clique com botão direito do projeto e selecione Editar [NomeDoProjeto].xxproj (.xxproj mudará dependendo do idioma do projeto).
  3. Adicione a propriedade e recarregue o projeto.

Especificando um dispositivo remoto

C# e Microsoft Visual Basic

Para especificar um computador remoto para aplicativos do C# ou Microsoft Visual Basic, selecione Computador Remoto na lista suspensa de destino de depuração. A caixa de diálogo Conexões Remotas aparecerá o que permitirá que você especifique um endereço IP ou selecione um dispositivo descoberto. Por padrão, o modo de autenticação Universal é selecionado. Para determinar qual modo de autenticação usar, consulte Modos de autenticação.

Remote Connections dialog box

Para retornar a essa caixa de diálogo, você pode abrir as propriedades do projeto e acessar até a guia Depurar. Então, selecione Localizar... próximo a Máquina remota:

Debug tab

Para implantar um aplicativo em um computador remoto de Pré-atualização para Criadores, também será necessário baixar e instalar as Ferramentas Remotas do Visual Studio no computador de destino. A fim de obter instruções completas, consulte Instruções para computador remoto. No entanto, na Atualização para Criadores, o computador também dá suporte à implantação remota.

C++ e JavaScript

Para especificar um destino de máquina remota para um aplicativo UWP C++ ou JavaScript:

  1. No Gerenciador de Soluções, clique com o botão direito do mouse no projeto e escolha Propriedades.
  2. Acesse as configurações de Depuração e em Depurador a iniciar, selecione Computador Remoto.
  3. Preencha o Nome do Computador (ou clique em Localizar para encontrar um) e, em seguida, defina a propriedade Tipo de Autenticação.

Debug property pages

Depois que o computador for especificado, você pode selecionar Computador Remoto na lista suspensa de destino de depuração para retornar ao computador especificado. Somente um computador remoto pode ser selecionado por vez.

Instruções para computador remoto

Observação

Essas instruções só serão necessárias para versões mais antigas do Windows 10. Na Atualização para Criadores, um computador pode ser tratado como um Xbox. Ou seja, habilitando a descoberta de dispositivos no menu Modo do Desenvolvedor do computador e usando a Autenticação Universal para emparelhamento com o uso de um PIN e para conexão com o computador.

Para implantar em um computador remoto com Pré-atualização para Criadores, o computador de destino precisa ter as Ferramentas Remotas do Visual Studio instaladas. O computador remoto também precisa estar executando uma versão do Windows superior ou igual à propriedade Versão Mínima da Plataforma de Destino de seus aplicativos. Após instalar as ferramentas remotas, você deve iniciar o depurador remoto no computador de destino.

Para fazer isso, pesquise Depurador Remoto no menu Iniciar, inicie-o e, se solicitado, permita que o depurador defina as configurações de firewall. Por padrão, o depurador é iniciado com a autenticação do Windows. Isso requer credenciais de usuário, caso o usuário conectado não seja o mesmo em ambos os computadores.

Para alterá-lo para nenhuma autenticação, em Depurador Remoto, acesse Ferramentas –>Opções e, em seguida, defina como Nenhuma autenticação. Depois que o depurador remoto estiver configurado, você também deve garantir que você configurou o dispositivo host para Modo de Desenvolvedor. Depois disso, você poderá implementar do seu computador de desenvolvimento.

Para obter mais informações, confira a página Centro de Download do Visual Studio.

Como passar argumentos de depuração de linha de comando

No Visual Studio de 2019, é possível passar argumentos de depuração de linha de comando quando você inicia a depuração de aplicativos UWP. É possível acessar os argumentos de depuração de linha de comando do parâmetro args no método OnLaunched da classe Application. Para especificar os argumentos de depuração de linha de comando, abra as propriedades do projeto e navegue até a guia Depuração.

Observação

Isso está disponível no Visual Studio 2017 (versão 15.1) para C#, VB e C++. O JavaScript está disponível em versões posteriores. Os argumentos de depuração de linha de comando estão disponíveis para todos os tipos de implantação, exceto para o Simulador.

Para projetos UWP em C# e VB, você verá um campo Argumentos da linha de comando: em Opções iniciais.

Command line arguments

Para projetos UWP em C++ e JS, você verá Argumentos de Linha de Comando como um campo nas Propriedades de Depuração.

Screenshot of the App 4 Property Pages with Configuration Properties > Debugging option selected showing Command Line Arguments property isted in the table.

Depois que você especificar os argumentos de linha de comando, poderá acessar o valor do argumento no método OnLaunched do aplicativo. Os args do objeto LaunchActivatedEventArgs terão uma propriedade Arguments com o valor definido como o texto do campo Argumentos de Linha de Comando.

Screenshot of command line arguments for C++ and JS.

Modos de autenticação

Há três modos de autenticação para implantação de computadores remotos:

  • Universal (protocolo não criptografado) : use esse modo de autenticação sempre que você estiver implantando em um dispositivo remoto. No momento, isso funciona para dispositivos IoT, dispositivos Xbox e dispositivos HoloLens, bem como para a PCs com o Windows Versão 1703 (Atualização dos Criadores) ou mais recente. Universal (protocolo não criptografado) só deve ser usado em redes confiáveis. A conexão de depuração é vulnerável a usuários mal-intencionados que podem interceptar e alterar dados passados entre o desenvolvimento e o computador remoto.
  • Windows: esse modo de autenticação apenas se destina a ser usado para um computador remoto (desktop ou laptop) executando as Ferramentas Remotas do Visual Studio. Use esse modo de autenticação quando você tiver acesso às credenciais do usuário conectado no computador de destino. Esse é o canal mais seguro para a implantação remota.
  • Nenhum: esse modo de autenticação apenas se destina a ser usado para um computador remoto (desktop ou laptop) executando as Ferramentas Remotas do Visual Studio. Use esse modo de autenticação quando você tiver uma configuração de computador de teste em um ambiente que tenha uma conta de teste conectada e você não possa inserir as credenciais. Certifique-se de que as configurações do depurador remoto estão definidas para aceitar Sem Autenticação.

Opções de implementação remota avançadas

No lançamento da Atualização 3 do Visual Studio 2015 e o Atualização de Aniversário do Windows 10, há novas opções de implantação remota avançada para certos dispositivos Windows 10. As opções de implementação remota avançada podem ser encontradas no menu Depuração das propriedades do projeto.

As novas propriedades incluem:

  • Tipo de implantação
  • Caminho do registro do pacote
  • Mantenha todos os arquivos no dispositivo, mesmo aqueles que não fazem parte do layout

Requisitos

Para utilizar as opções de implementação remota avançada, você deve satisfazer os requisitos a seguir:

  • Ter a Atualização 3 do Visual Studio 2015 ou alguma versão posterior do Visual Studio instalada com as ferramentas do Windows 10 1.4.1 ou posterior (que inclui o SDK da Atualização de Aniversário do Windows 10). Recomendamos que você use a versão mais recente do Visual Studio com atualizações para garantir que você obtenha todos os recursos mais recentes de desenvolvimento e segurança.
  • Direcionar um dispositivo remoto Xbox da Atualização de Aniversário do Windows 10 ou computador com a Atualização do Windows 10 para Criadores
  • Use o modo de Autenticação Universal

Páginas de propriedades

Para um aplicativo UWP C# ou Visual Basic, a página de propriedades será exibida como a seguir.

CS or VB properties

Para um aplicativo UWP em C++, a página de propriedades será exibida como a seguir.

Cpp properties

Copie arquivos para o dispositivo

Copiar arquivos para o dispositivo irá transferir fisicamente os arquivos através da rede para o dispositivo remoto. Ele irá copiar e registrar o layout de pacote que foi criado para o caminho da pasta de Layout. O Visual Studio manterá os arquivos que são copiados para o dispositivo em sincronia com os arquivos em seu projeto do Visual Studio. No entanto, há uma opção para manter todos os arquivos no dispositivo, mesmo aqueles que não fazem parte do seu layout. Selecionar essa opção significa que todos os arquivos que já foram copiados para o dispositivo remoto, mas não fazem parte do seu projeto, permanecerá no dispositivo remoto.

O caminho do pacote de registro especificado quando você copiar arquivos para o dispositivo é o local físico do dispositivo remoto onde os arquivos são copiados. Esse caminho pode ser especificado como qualquer caminho relativo. O local onde os arquivos são implementados será relacionado a uma raiz de arquivos de desenvolvimento que variam de acordo com o dispositivo de destino. Especificar esse caminho é útil para vários desenvolvedores compartilharem o mesmo dispositivo e trabalhar em pacotes com alguma variação de compilação.

Observação

Atualmente, Copiar arquivos para o dispositivo tem suporte no Xbox executando a Atualização de Aniversário do Windows 10 e os computadores executando a Atualização do Windows 10 para Criadores.

No dispositivo remoto, o layout é copiado na seguinte localização padrão: \\MY-DEVKIT\DevelopmentFiles\PACKAGE-REGISTRATION-PATH

Registrar o layout de rede

Quando você optar por registrar o layout da rede, você pode criar o layout do pacote para um compartilhamento de rede e, em seguida, registrar o layout do dispositivo remoto diretamente da rede. Isso requer que você especifique um caminho de pasta de layout (um compartilhamento de rede) que é acessível a partir do dispositivo remoto. A propriedade Caminho da pasta de Layout é o caminho definido relacionado ao computador executando o Visual Studio, enquanto a propriedade Caminho do pacote de registro é o mesmo caminho, mas especificado em relação ao dispositivo remoto.

Para registrar com êxito o layout da rede, você deverá primeiro torna o Caminho da pasta de Layout uma pasta de rede compartilhada. Para fazer isso, clique com botão direito na pasta no Explorador de Arquivos, selecione Compartilhar com > Pessoas específicas e, em seguida, escolha os usuários com quem você gostaria de compartilhar a pasta. Quando você tentar registrar o layout da rede, será solicitado credenciais para garantir que você está se registrando como um usuário com acesso ao compartilhamento.

Para obter ajuda com isso, consulte os exemplos a seguir:

  • Exemplo 1 (pasta local do layout, acessível como um compartilhamento de rede):

    • Caminho da pasta de layout = D:\Layouts\App1
    • Caminho de registro do pacote = \\NETWORK-SHARE\Layouts\App1
  • Exemplo 2 (pasta de layout de rede):

    • Caminho da pasta de layout = \\NETWORK-SHARE\Layouts\App1
    • Caminho de registro do pacote = \\NETWORK-SHARE\Layouts\App1

Quando você registra pela primeira vez o layout da rede, suas credenciais serão ser armazenados em cache no dispositivo de destino para que você não precise entrar repetidamente. Para remover as credenciais armazenadas em cache, você pode usar a ferramenta WinAppDeployCmd.exe do SDK do Windows 10 com o comando deletecreds.

Você não pode selecionar manter todos os arquivos no dispositivo ao registrar o layout da rede, pois não há arquivos fisicamente que são copiados para o dispositivo remoto.

Observação

Atualmente, Registrar o layout de rede tem suporte no Xbox executando a Atualização de Aniversário do Windows 10 e os computadores executando a Atualização do Windows 10 para Criadores.

No dispositivo remoto, o layout é registrado na seguinte localização padrão dependendo da família de dispositivos: Xbox: \\MY-DEVKIT\DevelopmentFiles\XrfsFiles – trata-se de um link simbólico para o Xbox: \\MY-DEVKIT\DevelopmentFiles\XrfsFiles. O computador não usa um link simbólico e, em vez disso, registra diretamente o caminho de registro do pacote

Opções de depuração

No Windows 10, o desempenho de inicialização de aplicativos UWP é aprimorado iniciando-os proativamente e, em seguida, suspendendo os aplicativos em uma técnica chamada pré-inicialização. Muitos aplicativos não precisam fazer nada especial para trabalhar nesse modo, mas alguns aplicativos talvez precisem ajustar seu comportamento. Para ajudar a depurar problemas nesses caminhos de código, você pode iniciar o aplicativo do Visual Studio no modo de pré-inicialização.

Há suporte para depuração de um projeto do Visual Studio (Depurar –>Outros Destinos de Depuração –>Depurar Pré-inicialização de Aplicativo Universal do Windows) e para aplicativos já instalados no computador (Depurar –>Outros Destinos de Depuração –>Depurar Pacote do Aplicativo Instalado, marcando a caixa de seleção Ativar Aplicativos com Pré-inicialização). Para obter mais informações, consulte Depurar pré-inicialização de UWP.

Você pode definir as seguintes opções de implementação na página da propriedade de depuração do projeto de inicialização:

  • Permitir loopback de rede local

    Por motivos de segurança, um aplicativo UWP que foi instalado de modo padrão não pode fazer chamadas de rede para o dispositivo em que estiver instalado. Por padrão, a implantação do Visual Studio cria uma isenção da regra para o aplicativo implantado. Esse isolamento permite que você teste procedimentos de comunicação em uma única máquina. Antes de enviar seu aplicativo para a Microsoft Store, você deve testá-lo sem a isenção.

    Para remover a isenção de loopback de rede do aplicativo:

    • Na página da propriedade Debug do C# e do Visual Basic, desmarque a caixa de seleção Permitir Loopback de Rede Local.
    • Na página da propriedade Depuração do JavaScript e do C++, defina o valor Permitir Loopback de Rede Local como Não.
  • Não iniciar, mas depurar meu código quando ele for iniciado/Iniciar aplicativo

    Para configurar a implantação para iniciar uma sessão de depuração quando o aplicativo for iniciado automaticamente:

    • Na página da propriedade Debug do C# e do Visual Basic, marque a caixa de seleção Não iniciar, mas depurar meu código quando ele for iniciado.
    • Na página de propriedades Depuração do JavaScript e do C++, defina o valor de Iniciar Aplicativo como Sim.

Símbolos

Os arquivos de símbolos contêm uma variedade de dados muito úteis na depuração de código, como variáveis, nomes de funções e endereços de ponto de entrada, permitindo que você compreenda melhor as exceções e a ordem de execução da pilha de chamadas. Os símbolos da maioria das variantes do Windows estão disponíveis no servidor de símbolos da Microsoft, ou podem ser baixados para que as pesquisas offline fiquem mais rápidas em Baixar pacotes de símbolos do Windows.

Para definir opções de símbolos para o Visual Studio, selecione Ferramentas > Opções e vá para Depuração > Símbolos na janela da caixa de diálogo.

Options dialog box

Para carregar símbolos em uma sessão de depuração com WinDbg, defina a variável sympath para o local do pacote de símbolos. Por exemplo, executar o comando a seguir carregará símbolos do servidor de símbolos da Microsoft e, em seguida, os armazenará em cache no diretório C:\Symbols:

.sympath SRV*C:\Symbols*http://msdl.microsoft.com/download/symbols
.reload

Você pode adicionar mais caminhos usando o delimitador ‘;’ ou usar o comando .sympath+. Para operações de símbolos mais avançadas que usam WinDbg, consulte Símbolos públicos e privados.

WinDbg

WinDbg é um depurador avançado fornecido como parte do conjunto de Ferramentas de Depuração para Windows, que está incluído no SDK do Windows. A instalação do SDK do Windows permite que você instale as Ferramentas de Depuração para Windows como um produto autônomo. Embora seja altamente útil para a depuração de código nativo, não recomendamos o WinDbg para aplicativos escritos em código gerenciado ou HTML5.

Para usar o WinDbg com aplicativos UWP, você precisará primeiro desabilitar o PLM (Gerenciamento do Tempo de Vida do Processo) para o pacote do aplicativo usando o PLMDebug, conforme descrito em Testando e depurando ferramentas para PLM (Gerenciamento do Tempo de Vida do Processo).

plmdebug /enableDebug [PackageFullName] ""C:\Program Files\Debugging Tools for Windows (x64)\WinDbg.exe\" -server npipe:pipe=test"

Em contraste com o Visual Studio, a maior parte da funcionalidade central do WinDbg depende de fornecer comandos à janela de comando. Os comandos fornecidos permitem que você veja o estado de execução, investigue despejos de memória do modo de usuário e depure em diversos modos.

Um dos comandos mais populares no WinDbg é !analyze -v, que é usado para recuperar uma quantidade detalhada de informações sobre a exceção atual, incluindo:

  • FAULTING_IP: ponteiro de instrução no momento da falha
  • EXCEPTION_RECORD: endereço, código e sinalizadores da exceção atual
  • STACK_TEXT: rastreamento de pilha antes da exceção

Para obter uma lista completa de todos os comandos WinDbg, consulte Comandos do depurador.