Configurar a visualização de dependência

Este artigo descreve como configurar a análise de dependência baseada em agente nas Migrações para Azure: descoberta e avaliação. A análise de dependência ajuda a identificar e compreender as dependências entre os servidores que você deseja avaliar e migrar para o Azure.

Antes de começar

  • Verifique os requisitos de suporte e implantação para análise de dependência baseada em agente para:
  • Verifique se você:
  • Para usar a visualização de dependência, associe um workspace do Log Analytics a um projeto de Migrações para Azure:
    • É possível anexar um workspace somente após configurar o dispositivo de Migrações para Azure e descobrir servidores no projeto respectivo.
    • Verifique se você tem um workspace na assinatura que contém o projeto de Migrações para Azure.
    • O espaço de trabalho deve residir nas regiões leste dos EUA, sudeste da Ásia ou oeste da Europa. Os espaços de trabalho em outras regiões não podem ser associados a um projeto.
    • O espaço de trabalho deve estar em uma região em que o Mapa do Serviço é compatível.
    • Associe um workspace do Log Analytics novo ou existente a um projeto de Migrações para Azure.
    • O workspace é anexado na primeira vez em que a visualização de dependência de um servidor é configurado. Não é possível modificar o espaço de trabalho de um projeto de Migrações para Azure depois que ele foi adicionado.
    • No Log Analytics, o espaço de trabalho associado às Migrações para Azure é marcado com a chave do Projeto de Migração e o nome do projeto.

Associar um workspace

  1. Depois de descobrir os servidores para avaliação, em Servidores>Migrações para Azure: descoberta e avaliação, clique em Visão geral.

  2. Em Migrações para Azure: descoberta e avaliação, clique em Essentials.

  3. No Workspace do OMS, clique em Requer configuração.

    Configure Log Analytics workspace

  4. Em Configurar workspace do OMS, especifique se deseja criar um workspace ou usar um existente.

    • Você pode selecionar um workspace existente por meio de todos os workspaces na assinatura do projeto.
    • Você precisa de acesso de leitura ao workspace para associá-lo.
  5. Se você criar um workspace, selecione um local para ele.

    Add a new workspace

Observação

Saiba como configurar o workspace do OMS para conectividade de ponto de extremidade privado.

Fazer o download e instalar os agente de VM

Instale os agentes a seguir em cada servidor que quiser analisar.

Observação

Para servidores monitorados pelo System Center Operations Manager 2012 R2 ou posterior, você não precisa instalar o agente MMA. O Mapa do Serviço é integrado ao Operations Manager. Siga as diretrizes de integração.

  1. Em Migrações para Azure: Descoberta e avaliação, clique em Servidores Descobertos.

  2. Clique em Colunas para selecionar Dependências (baseadas em agente) para ver a coluna na página Servidores descobertos.

    Screenshot showing the result after clicking columns.

  3. Para cada servidor que você deseja analisar com visualização de dependência, na coluna Dependências, clique em Requer instalação de agente.

  4. Na página Dependências, baixe o MMA e o agente de Dependência para Windows ou Linux.

  5. Em Configurar agente do MMA, copie a ID e a chave do workspace. Você precisará delas quando instalar o MMA.

    Install the agents

Instalar o MMA

Instale o MMA em cada servidor Windows ou Linux que você deseja analisar.

Instalar o MMA em um servidor Windows

Para instalar o agente em um servidor Windows:

  1. Clique duas vezes no agente baixado.
  2. Na página de Boas-vindas, clique em Avançar. Na página Termos de Licença, clique em Concordo para aceitar a licença.
  3. Na Pasta de Destino, mantenha ou modifique a pasta de instalação padrão >Avançar.
  4. Em Opções de Configuração do Agente, selecione Azure Log Analytics>Avançar.
  5. Clique em Adicionar para adicionar um espaço de trabalho do Log Analytics. Cole a ID do workspace e a chave que você copiou do portal. Clique em Próximo.

Você pode instalar o agente a partir da linha de comando ou usando um método automatizado, como Configuration Manager ou Intigua.

  • Saiba mais sobre como usar esses métodos para instalar o agente do MMA.
  • O agente MMA também pode ser instalado usando esse script.
  • Saiba mais sobre a lista de sistemas de operacionais Windows com suporte pelo MMA.

Instalar o MMA em um servidor Linux

Para instalar o MMA em um servidor Linux:

  1. Transfira o pacote apropriado (x86 ou x64) para seu computador Linux usando scp/sftp.

  2. Instale o pacote usando o argumento --install.

    sudo sh ./omsagent-<version>.universal.x64.sh --install -w <workspace id> -s <workspace key>

Saiba mais sobre a lista de sistemas de operacionais Linux com suporte no MMA.

Instalar o Agente de dependência

  1. Para instalar o agente de Dependência em um servidor Windows, clique duas vezes no arquivo de instalação e siga as etapas do assistente.

  2. Para instalar o agente de Dependência em um servidor Linux, instale como raiz usando o seguinte comando:

    sh InstallDependencyAgent-Linux64.bin

  • Saiba mais sobre como você pode usar scripts para instalar o Dependency agent.
  • Saiba mais sobre os sistemas operacionais com suporte do agente de Dependência.

Criar um grupo usando a visualização de dependência

Saiba como criar um grupo para avaliação.

Observação

Os grupos para os quais você deseja visualizar dependências não devem conter mais de dez servidores. Se você tiver mais de dez servidores, divida-os em grupos menores.

  1. Em Migrações para Azure: Descoberta e avaliação, clique em Servidores Descobertos.

  2. Na coluna Dependências, clique em Exibir dependências para cada servidor que você deseja examinar.

  3. No mapa de dependências, você pode ver o seguinte:

    • Conexões TCP de entrada (clientes) e de saída (servidores), de e para o servidor.
    • Os servidores dependentes que não têm os agentes de dependência instalados são agrupados por números de porta.
    • Os servidores dependentes com agentes de dependência instalados são mostrados como caixas separadas.
    • Processos em execução dentro do servidor. Expanda cada caixa de servidor para exibir os processos.
    • Propriedades do servidor (incluindo FQDN, sistema operacional, endereço MAC). Clique em cada caixa de servidor para exibir os detalhes.
  4. Você pode procurar por dependências em períodos diferentes clicando no período no rótulo de intervalo de tempo.

    • Por padrão, o intervalo é de uma hora.
    • Você pode modificar o intervalo, ou especificar as datas de início e de término e a duração.
    • O intervalo de tempo pode ser de até uma hora. Se você precisar de um intervalo mais longo, use o Azure Monitor para consultar dados dependentes por um período mais longo.
  5. Depois de identificar os servidores dependentes que deseja agrupar, use Ctrl+Clique para selecionar vários servidores no mapa e selecione Agrupar computadores.

  6. Especifique um nome de grupo.

  7. Verifique se os servidores dependentes são descobertos pelas Migrações para Azure.

    • Se um servidor dependente não for descoberto pelas Migrações para Azure: descoberta e avaliação, você não poderá adicioná-lo ao grupo.
    • Para adicionar um servidor, execute a descoberta novamente e verifique se o servidor foi descoberto.
  8. Se quiser criar uma avaliação para esse grupo, marque a caixa de seleção para criar uma nova avaliação para o grupo.

  9. Clique em OK para salvar o grupo.

Depois de criar o grupo, recomendamos que você instale agentes em todos os servidores do grupo e visualize as dependências de todo o grupo.

Dados de dependência de consulta no Azure Monitor

Você pode consultar dados de dependência capturados pelo Mapa do Serviço no workspace do Log Analytics associado ao projeto de Migrações para Azure. Log Analytics é usado para escrever e executar consultas de log do Azure Monitor.

Execute uma consulta para dados de dependência da seguinte maneira:

  1. Depois de instalar os agentes, acesse o portal e clique em Visão geral.
  2. Em Migrações para Azure: descoberta e avaliação, clique em Visão geral. Clique na seta para baixo para expandir o Essentials.
  3. No Workspace do OMS, clique no nome do workspace.
  4. Na página do workspace do Log Analytics >Geral, clique em Logs.
  5. Escreva sua consulta e clique em Executar.

Consultas de exemplo

Confira abaixo alguns exemplos de consultas que você pode usar para extrair dados de dependência.

  • Você pode modificar as consultas para extrair seus pontos de dados preferenciais.
  • Examine uma lista completa de registros de dados de dependência.
  • Examine as consultas de exemplo adicionais.

Exemplo: examinar conexões de entrada

Examine as conexões de entrada para um conjunto de servidores.

  • Os registros na tabela para métricas de conexão (VMConnection), não representam conexões de rede física individuais.
  • Várias conexões de rede física são agrupadas em uma conexão lógica.
  • Saiba mais sobre como os dados de conexão de rede física são agregados no VMConnection.
// the servers of interest
let ips=materialize(ServiceMapComputer_CL
| summarize ips=makeset(todynamic(Ipv4Addresses_s)) by MonitoredMachine=ResourceName_s
| mvexpand ips to typeof(string));
let StartDateTime = datetime(2019-03-25T00:00:00Z);
let EndDateTime = datetime(2019-03-30T01:00:00Z);
VMConnection
| where Direction == 'inbound'
| where TimeGenerated > StartDateTime and TimeGenerated  < EndDateTime
| join kind=inner (ips) on $left.DestinationIp == $right.ips
| summarize sum(LinksEstablished) by Computer, Direction, SourceIp, DestinationIp, DestinationPort

Exemplo: resumir os dados enviados e recebidos

Esta amostra resume o volume de dados enviados e recebidos em conexões de entrada entre um conjunto de servidores.

// the servers of interest
let ips=materialize(ServiceMapComputer_CL
| summarize ips=makeset(todynamic(Ipv4Addresses_s)) by MonitoredMachine=ResourceName_s
| mvexpand ips to typeof(string));
let StartDateTime = datetime(2019-03-25T00:00:00Z);
let EndDateTime = datetime(2019-03-30T01:00:00Z);
VMConnection
| where Direction == 'inbound'
| where TimeGenerated > StartDateTime and TimeGenerated  < EndDateTime
| join kind=inner (ips) on $left.DestinationIp == $right.ips
| summarize sum(BytesSent), sum(BytesReceived) by Computer, Direction, SourceIp, DestinationIp, DestinationPort

Próximas etapas

Crie uma avaliação para um grupo.