Máquinas virtuais no Azure

Aplica-se a: ✔️ VMs Linux ✔️ VMs Windows ✔️ Conjuntos de dimensionamento flexíveis

As máquinas Virtuais do Azure são um dos vários tipos de recursos de computação sob demanda escalonáveis oferecidos pelo Azure. Normalmente, você escolhe uma máquina virtual quando precisa de mais controle sobre o ambiente de computação do que as outras opções oferecem. Este artigo fornece informações sobre o que você deve considerar antes de criar uma máquina virtual, como criá-la e como gerenciá-la.

Uma máquina virtual do Azure oferece a flexibilidade da virtualização sem a necessidade de comprar e manter o hardware físico que a executa. No entanto, você ainda precisa manter a máquina virtual executando tarefas, como configurar, corrigir e instalar o software que será executado nela.

Máquinas virtuais do Azure podem ser usadas de várias maneiras. Alguns exemplos são:

  • Desenvolvimento e teste – as máquinas virtuais do Azure oferecem uma maneira rápida e fácil de criar um computador com configurações específicas, necessárias para codificar e testar um aplicativo.
  • Aplicativos na nuvem – como a demanda por seu aplicativo pode variar, pode fazer sentido, em termos econômicos, executá-lo em uma máquina virtual no Azure. Você paga por máquinas virtuais extras quando precisa delas e as desliga quando não são mais necessárias.
  • Datacenter estendido – as máquinas virtuais em uma rede virtual do Azure podem ser facilmente conectadas à rede de sua organização.

O número de máquinas virtuais que o aplicativo usa pode ser escalado verticalmente e horizontalmente para atender às suas necessidades.

O que é necessário considerar antes de criar uma máquina virtual?

Sempre há uma infinidade de considerações de design quando você cria uma infraestrutura de aplicativo no Azure. Estes aspectos de uma máquina virtual são importantes de se considerar antes de começar:

  • Os nomes dos recursos do aplicativo
  • O local onde os recursos são armazenados
  • O tamanho da máquina virtual
  • O número máximo de máquinas virtuais que podem ser criadas
  • O sistema operacional que a máquina virtual executará
  • A configuração da máquina virtual depois que ela for iniciada
  • Os recursos relacionados que a máquina virtual precisa

Locais

Há várias regiões geográficas no mundo em que você pode criar recursos do Azure. Normalmente, a região é chamada localização quando você cria uma máquina virtual. Para uma máquina virtual, a localização especifica o local em que os discos rígidos virtuais serão armazenados.

Esta tabela mostra algumas das maneiras de obter uma lista dos locais disponíveis.

Método Descrição
Portal do Azure Selecione uma localização na lista quando você criar uma máquina virtual.
Azure PowerShell Use o comando Get-AzLocation.
API REST Use a operação Listar locais.
CLI do Azure Use a operação az account list-locations.

Disponibilidade

Há várias opções para gerenciar a disponibilidade de suas máquinas virtuais no Azure.

  • As zonas de disponibilidade são zonas fisicamente separados dentro de uma região do Azure. As zonas de disponibilidade garantem que você terá conectividade para a máquina virtual para ao menos uma instância com pelo menos 99,99% do tempo quando você tiver duas ou mais instâncias implantadas em duas ou mais Zonas de Disponibilidade na mesma região do Azure.
  • Os conjuntos de dimensionamento de máquinas virtuais permitem criar e gerenciar um grupo de máquinas virtuais com balanceamento de carga. O número de instâncias de máquina virtual pode aumentar ou diminuir automaticamente em resposta à demanda ou a um agendamento definido. Os conjuntos de dimensionamento fornecem alta disponibilidade para seus aplicativos e permitem que você gerencie, configure e atualize muitas máquinas virtuais de forma centralizada. As máquinas virtuais em um conjunto de dimensionamento também podem ser implantadas em diversas zonas de disponibilidade, em uma única zona de disponibilidade ou regionalmente.

Para obter mais informações, consulte as Opções de disponibilidade para máquinas virtuais do Azure e SLA para máquinas virtuais do Azure.

Tamanhos e preços

O tamanho da máquina virtual que você usa é determinado pela carga de trabalho que deseja executar. O tamanho que você escolhe vai determinar fatores como capacidade de processamento, memória e capacidade de armazenamento e largura de banda da rede. O Azure oferece uma grande variedade de tamanhos para oferecer suporte a muitos tipos de usos.

O Azure cobra um preço por hora com base no tamanho da máquina virtual e do sistema operacional. Para horas parciais, o Azure cobrará somente os minutos usados. O armazenamento terá o preço e será cobrado separadamente.

Limites totais de núcleos de máquinas virtuais

Sua assinatura do Azure tem limites de cota padrão que podem afetar a implantação de muitas máquinas virtuais para seu projeto. O limite atual por assinatura é de 20 núcleos totais de máquinas virtuais por região. Os limites podem ser aumentados pelo preenchimento de um tíquete de suporte para solicitar um aumento

Managed Disks

Os Managed Disks trata da criação da conta de Armazenamento do Azure e do gerenciamento em segundo plano para você, além de garantir que você não tenha que se preocupar com os limites de escalabilidade da conta de armazenamento. Especifique o tamanho do disco e o nível de desempenho (Standard ou Premium) e o Azure cria e gerencia o disco. À medida que você adiciona discos ou escala e reduz verticalmente a máquina virtual, não é preciso se preocupar com o armazenamento que está sendo usado. Se você estiver criando novas máquinas virtuais, use a CLI do Azure ou o portal do Azure para criar máquinas virtuais com SO gerenciado e discos de dados. Se você tiver máquinas virtuais com discos não gerenciados, poderá converter suas máquinas virtuais para serem apoiadas com p Managed Disks.

Você também pode gerenciar suas imagens personalizadas em uma conta de armazenamento por região do Azure e usá-las para criar centenas de máquinas virtuais na mesma assinatura. Para saber mais sobre os Managed Disks, confira a Visão geral dos Managed Disks.

Distribuições

O Microsoft Azure dá suporte a uma variedade de distribuições do Linux e do Windows. Você pode encontrar distribuições disponíveis no marketplace, no portal do Azure ou consultando resultados usando APIs da CLI, PowerShell e REST.

Esta tabela mostra algumas maneiras de encontrar as informações de uma imagem.

Método Descrição
Portal do Azure Os valores são especificados automaticamente quando você seleciona uma imagem a ser usada.
Azure PowerShell Get-AzVMImagePublisher -Location location
Get-AzVMImageOffer -Location location -Publisher publisherName
Get-AzVMImageSku -Location location -Publisher publisherName -Offer offerName
APIs REST Listar editores de imagem
Listar ofertas de imagem
Listar skus de imagem
CLI do Azure az vm image list-publishers --location location
az vm image list-offers --location location --publisher publisherName
az vm image list-skus --location location --publisher publisherName --offer offerName

A Microsoft trabalha junto com parceiros para garantir que as imagens disponíveis sejam atualizadas e otimizadas para um runtime do Azure. Para obter mais informações sobre as ofertas de parceiros do Azure, confira o Azure Marketplace

Cloud-init

O Azure dá suporte a cloud-init na maioria das distribuições Linux que dão suporte a ele. Trabalhamos ativamente com nossos parceiros Linux para termos imagens de cloud-init habilitadas disponíveis no Marketplace do Azure. Essas imagens farão com que as implantações e as configurações de cloud-init funcionem perfeitamente com máquinas virtuais e conjuntos de dimensionamento de máquinas virtuais.

Para obter mais informações, consulte Usando cloud-init em máquinas virtuais do Linux no Azure.

Armazenamento

Rede

Residência de dadosResidência de dados

No Azure, o recurso para habilitar o armazenamento de dados do cliente em apenas uma região está disponível atualmente apenas na região do Sudeste da Ásia (Singapura), na área geográfica do Pacífico Asiático, e na região Sul do Brasil (Estado de São Paulo), na área geográfica do Brasil. Para todas as outras regiões, os dados do cliente são armazenados na Área geográfica. Para obter mais informações, confira Central de Confiabilidade.

Próximas etapas

Criar sua primeira máquina virtual!