sys.configurations (Transact-SQL)

Aplica-se a:SQL Server

Contém uma linha para cada valor de opção de configuração em todo o servidor no sistema.

Nome da coluna Tipo de dados Descrição
configuration_id int Identificação exclusivo do valor de configuração.
name nvarchar(35) O nome da opção de configuração.
value sql_variant Valor configurado dessa opção.
minimum sql_variant Valor mínimo para a opção de configuração.
maximum sql_variant Valor máximo para a opção de configuração.
value_in_use sql_variant Valor de execução atualmente em efeito dessa opção.
descrição nvarchar(255) Descrição da opção de configuração.
is_dynamic bit 1 = A variável é implementada quando a instrução RECONFIGURE é executada.
is_advanced bit 1 = A variável é exibida somente quando a opção mostrar advancedoption é definida.

Comentários

Para obter uma lista de todas as opções de configuração do servidor, consulte Opções de configuração do servidor (SQL Server).

Observação

Para obter opções de configuração no nível do banco de dados, consulte ALTER DATABASE SCOPED CONFIGURATION (Transact-SQL). Para configurar o Soft-NUMA, consulte Soft-NUMA (SQL Server).

A exibição do catálogo sys.configurations pode ser usada para determinar o config_value (a coluna de valor), o run_value (a coluna value_in_use) e se a opção de configuração é dinâmica (não requer uma reinicialização do mecanismo de servidor ou a coluna is_dynamic).

Observação

O config_value no conjunto de resultados de sp_configure é equivalente à coluna sys.configurations.value . O run_value é equivalente à coluna sys.configurations.value_in_use .

A consulta a seguir pode ser usada para determinar se algum valor configurado não foi instalado:

select * from sys.configurations where value != value_in_use

Se o valor for igual à alteração para a opção de configuração feita, mas o value_in_use não for o mesmo, o comando RECONFIGURE não foi executado ou falhou ou o mecanismo de servidor deverá ser reiniciado.

Há opções de configuração em que o valor e o value_in_use podem não ser os mesmos e esse é o comportamento esperado. Por exemplo:

"memória máxima do servidor (MB)" – O valor configurado padrão de 0 aparece como value_in_use = 2147483647

"memória mínima do servidor (MB)" – o valor configurado padrão de 0 pode aparecer como value_in_use = 8 (32 bits) ou 16 (64 bits). Em alguns casos, o value_in_use é 0. Nessa situação, a value_in_use "true" é 8 (32bits) ou 16 (64 bits).

A coluna is_dynamic pode ser usada para determinar se a opção de configuração requer uma reinicialização. is_dynamic=1 significa que, quando o comando RECONFIGURE(T-SQL) for executado, o novo valor entrará em vigor "imediatamente" (em alguns casos, o mecanismo de servidor pode não avaliar o novo valor imediatamente, mas o fará no curso normal de sua execução). is_dynamic=0 significa que o valor de configuração alterado não entrará em vigor até que o servidor seja reiniciado, mesmo que o comando RECONFIGURE(T-SQL) tenha sido executado.

Para uma opção de configuração que não é dinâmica, não há como saber se o comando RECONFIGURE (T-SQL) foi executado para executar a primeira etapa de instalação da alteração de configuração. Antes de reiniciar SQL Server para instalar uma alteração de configuração, execute o comando RECONFIGURE (T-SQL) para garantir que todas as alterações de configuração entrem em vigor após uma reinicialização SQL Server.

Permissões

Requer associação à função pública .

Consulte Também

exibições do catálogo de configuração de todo o servidor (Transact-SQL)
Exibições do Catálogo (Transact-SQL)