Introdução à integração do Git (versão prévia)

Importante

Esse recurso está em versão prévia.

Observação

Estes artigos nesta seção tratam do controle de versão usando a integração do Git. Para gerenciar a implantação do aplicativo, confira a documentação de pipelines de implantação.

A integração do Git ao Microsoft Fabric permite que os desenvolvedores integrem seus processos de desenvolvimento, ferramentas e práticas recomendadas diretamente na plataforma do Fabric. Ela permite que os desenvolvedores que estão desenvolvendo no Fabric:

  • Façam cópia de backup e controle de versão de seu trabalho
  • Revertam para estágios anteriores, conforme necessário
  • Colaborem com outras pessoas ou trabalhem sozinhos usando branches do Git
  • Aplique os recursos de ferramentas familiares de controle do código-fonte para gerenciar itens do Fabric

Fluxograma mostrando a conexão entre o repositório do Git remoto e o espaço de trabalho do Fabric.

A integração ao controle do código-fonte está em um nível de workspace. Os desenvolvedores podem ver itens que desenvolvem em um workspace em um único processo, com visibilidade total de todos os seus itens. Atualmente, em Versão Prévia, há suporte para apenas alguns itens, mas a lista de itens com suporte está crescendo.

Preocupações com privacidade

Antes de você habilitar a integração do Git, certifique-se de entender as seguintes possíveis questões relacionadas à privacidade:

Itens com suporte

Os itens a seguir têm suporte atualmente:

Se o espaço de trabalho ou o diretório do Git tiver itens sem suporte, ele ainda poderá ser conectado, mas os itens sem suporte serão ignorados. Eles não são salvos ou sincronizados, mas também não são excluídos. Eles aparecem no painel de controle do código-fonte, mas você não pode confirmá-los ou atualizá-los.

Considerações e limitações

  • No momento, há suporte somente ao Git no Azure Repos com o mesmo locatário que o locatário do Fabric.
  • Se o espaço de trabalho e o repositório do Git estiverem em duas regiões geográficas diferentes, o administrador do locatário deverá habilitar exportações entre regiões geográficas.
  • Não há suporte para o Azure DevOps local.
  • Nuvens soberanas não são compatíveis.